Idealismo

Gosto de gente com a cabeça no lugar, de conteúdo interno, idealismo nos olhos e dois  pés no chão da realidade.
Gosto de gente que ri, chora, se emociona com um simples e-mail, um telefonema, uma canção suave, um bom filme, um bom livro, um gesto de carinho, um abraço, um afago.
Gente que ama e curte saudade, gosta de amigos, cultiva flores, ama os animais.
Admira paisagens, poeira e chuva.
Gente que tem tempo para sorrir bondade, semear perdão, repartir ternuras, compartilhar vivências e dar espaço para as emoções dentro de si, emoções que fluem naturalmente de dentro de seu ser!
Gente que gosta de fazer as coisas que gosta, sem fugir de compromissos difíceis e inadiáveis,
por mais desgastantes que sejam.
Gente que colhe, orienta, se entende, aconselha, busca a verdade e quer sempre aprender, mesmo que seja de uma criança, de um pobre, de um analfabeto.
Gente de coração desarmado,
em ódio e preconceitos baratos.
Com muito AMOR dentro de si.
Gente que erra e reconhece, cai e se levanta,
Apanha e assimila os golpes, tirando lições dos erros e fazendo redentoras suas lágrimas e sofrimentos.
Gosto muito de gente assim como VOCÊ
e desconfio que é deste tipo de gente que DEUS também gosta!

Arthur da Távola

Comentários

Della disse…
Com certeza, ser assim é ser realmente livre, é saber viver e saber buscar a verdadeira Felicidade! Que Deus nos permita ter essa sabedoria e sempre buscarmos os maiores tesouros desta vida, afinal, eles são muito mais baratos e ninguém nunca poderá roubá-los de nós.Parabéns, é um texto simples, mas muito forte. No final produz um impacto em nós, leitores! Beijossssssss
Samanta disse…
Olá querido amigo !
Maravilhoso texto, obrigada por compartilhar !
Também acredito que Deus goste de pessoas assim, aliás quem não irá gostar, não é mesmo ?
Leitura muito inspiradora que me fez pensar se eu sou uma pessoa assim !
Um enorme abraço !
Parabéns pelo texto amigo. Artur é tudo de bom.
Abraços forte
Fatima Zanin disse…
Lindo texto,sim Deus gosta de pessoas do bem,eu também valorizo muito isso tudo citado n texto.
Jackie Freitas disse…
Marcos, meu anjo amigo!
Esse texto do Távola é maravilhoso e por um tempo era como uma oração diária para mim, afinal ele consegue reunir ótimos conceitos do ser humano ideal. Mesmo sabendo que essa "perfeição" não existe, nos dá muito conforto em ver/saber/ler que alguém a idealizou e colocou em palavras harmoniosas.
Grande beijo, meu querido!
Jackie