Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

A Historia dos Anunnakis - 1a Parte

Imagem
Ano 2024 aC.
Uma série de bombas nucleares devasta a Suméria. A nuvem radioativa mata a maioria dos seres humanos na área e forçados a fugir para o não-humano, é a guerra dos deuses . Esta é a história que não nos contaram. Esta é a história responsável pelo passado, presente e futuro iminente (que é quase presente). Temos de começar a ler / compreender / aceitar mais de 20 mil cuneiformes sumérios comprimidos encontrados no Iraque (principalmente) mais de 100 anos atrás. Cerca de 250 pessoas que lêem sumérios têm se dedicado à tradução. Na cabeça Zecharia Sitchin,que passou grande parte de sua vida a este trabalho. A conclusão destas traduções é simples: Por milhares de anos (entre 10.000 e 450.000) a raça Anunnaki chegaram à Terra em busca de minerais, entre outras coisas, para reparar sua atmosfera fraca. Ouro foi o seu melhor  achado, o ser humano o seu segundo. Cansado de trabalhar na extração de ouro, decidiu modificar geneticamente o ser humano para  fazer o seu trabalho. Em troca, o…

Dia do Amigo - A Amizade

Imagem
A amizade é o sentimento que imanta as almas umas às outras, gerando alegria e bem-estar. 
A amizade é suave expressão do ser humano que necessita intercambiar as forças da emoção sob os estímulos do entendimento fraternal. 
Inspiradora de coragem e de abnegação. a amizade enfloresce as almas, abençoando-as com resistências para as lutas. 
Há, no mundo moderno, muita falta de amizade! 
O egoísmo afasta as pessoas e as isola. 
A amizade as aproxima e irmana. 
O medo agride as almas e infelicita. 
A amizade apazigua e alegra os indivíduos. 
A desconfiança desarmoniza as vidas e a amizade equilibra as mentes, dulcificando os corações. 
Na área dos amores de profundidade, a presença da amizade é fundamental. 
Ela nasce de uma expressão de simpatia, e firma-se com as raízes do afeto seguro, fincadas nas terras da alma. 
Quando outras emoções se estiolam no vaivém dos choques, a amizade perdura, companheira devotada dos homens que se estimam. 
Se a amizade fugisse da Terra, a vida espiritual dos seres …

Ausência

Imagem
Tenho razão de sentir saudade, tenho razão de te acusar. Houve um pacto implícito que rompeste e sem te despedires foste embora. Detonaste o pacto. Detonaste a vida geral, a comum aquiescência de viver e explorar os rumos de obscuridade sem prazo sem consulta sem provocação até o limite das folhas caídas na hora de cair.
Antecipaste a hora. Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas. Que poderias ter feito de mais grave do que o ato sem continuação, o ato em si, o ato que não ousamos nem sabemos ousar porque depois dele não há nada?
Tenho razão para sentir saudade de ti, de nossa convivência em falas camaradas, simples apertar de mãos, nem isso, voz modulando sílabas conhecidas e banais que eram sempre certeza e segurança.
Sim, tenho saudades. Sim, acuso-te porque fizeste o não previsto nas leis da amizade e da natureza nem nos deixaste sequer o direito de indagar porque o fizeste, porque te foste