Jardim

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.

Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o "alguém" da sua vida.

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.

O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!

Comentários

Kassya Mendonca disse…
Marcos,
gostar de si mesmo é o primeiro passo para que gostem de ti.
não precisar do outro é outro passo importante, porque no amor se voce ficar dependente, vai sufocar a outra pessoa. Amor tem que ser livre como as borboletas, para voltar ao jardim em que nasceu!

bjus
Jackie Freitas disse…
Olá meu anjo amigo e querido!
Cuidar do jardim, da alma, dos sentimentos... Temos que deixar as expectativas de lado e concentrarmos-nos nos cuidados que envolvem tudo que podemos contribuir de melhor para com os outros, partindo de nós e não ao contrário... Acho que o melhor é sabermos que somos amados pelo que de fato somos e não pelo que idealizam.
Grande beijo, meu amigo! Estou na correria da mudança ainda, mas sempre que posso, venho aqui te visitar!
Jackie
CLAUDIA disse…
Olá querido Marcos!
Amigo cuido do meu jardim sempre,para que ele fique bem florido .
Para que as amadas borboletas tenha prazer em voar nele,e que se sintam sempre acolhidas.
Amar a mim é prioridade,para que eu estenda esse amor a outros,mas que seja uma amor que edifica e não um amor que destrói.
Parabéns amigo,por tão bela reflexão.
Bjos em seu coração com cheirinho de Jasmin.
Valéria Braz disse…
Meu querido amigo.... gostei da reflexão, porque no fim das contas temos que saber preencher nossos espaços vazios com a gente mesmo!
Estar com alguém, pra mim, não é olhar um pro outro, mas olhar na mesma direção, cada um com a sua individualidade!
Beijo enorme em seu coração
Poetas como Mário Quitana são mais que poetas. Escritores da alma, pensadores das emoções humanas, engenheiros dos assombros e sonhos do ser.
Fico imaginando as horas que ganharia ao sentar-me com uma pessoa desta não para decifrar os enigmas da alma, mas para deleitar-me na aventura de quem sabe transformar em palavras o sabor do desejo.
Sissym disse…
Ihhhh cuidado,não sou uma borboleta, mas como Fada eu tambem sei voar. rssss

Eu sempre achei tão linda esta frase: O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você.

Toda vez que a releio eu penso em coisas diferentes que me fazem sorrir.

Bjs