Dissestes que não sou poeta

Dissestes que não sou poeta,

Que minha rima é tétrica,

Que minha escrita é abjeta,

Que meus versos não têm métrica.


Dissestes que não sou poeta,

Que minhas palavras não dizem nada,

Que deveria buscar outra meta,

Que desistisse desta estrada.

Contigo posso concordar,


Poeta não pretendo ser.

Se meu idioma não sei falar,

Muito menos o sei escrever.

Nas palavras não sou fluente,

Se erro é por desconhecer,

Mas o que vai em minha mente,

Meu leitor deve saber.


Dissestes que não sou poeta,

Nisso posso concordar.

Não sou escritor, é coisa certa.

O que eu quero é "poetar".


Meu escrever não é correto,

No seu modo de pensar.

Se seu pensamento estiver certo,

Deixe-me apenas rabiscar!


Não escrevo por ser letrado,

Uso os versos do coração.

Tenho um peito carregado

De sentimento e emoção.


Escrevo de dentro, não minto.

Não te preocupes com o que faço.

Só escrevo e digo o que sinto,

Não quero ocupar mais espaço.

Não sou poeta, nem escritor,

Não sou culto, nem letrado.

Eu só quero falar de amor,


Mesmo escrevendo errado.

Perdoe-me a petulância

De ter sido tão direto,

Mas já que não tenho importância

Fique ao menos com meu afeto.

Guarde uma coisa em teu peito,


Não te importes com minha intenção.

Realmente não tem mais jeito,

Quem manda é o meu coração!

Marcos Woyames de Albuquerque

Comentários

Badards disse…
olá, muito bom o poema. parabéns pelo blog. se tivér um tempo livre visite esse tambem uniaodepalavras.blogspot.com
um forte abraço e não deixe a estrada da literatura, ela precisa de você
Jucifer disse…
eita belas palavras
falar de amor naum existe
escritas nem palavras certas
existe apenas um coração explodindo de paixão
amei seu poema
parabens
bjim
Cecília disse…
Marcos,para se falar de amor não é preciso o uso de palavras rebuscadas,ou de um diploma,na arte do amor a escola é a vida e o dicionário o coração.
Bjos
Mr.Jones disse…
amigo, voce é um poeta. Consigo ver em cada linha a essência do amor.
abçs
Atena disse…
Aaaaamei! Sem mais palavras...
grande abraço,
Atena